despedida

eu pegui fogo
devagar
fiquei em pé na ponte
–estou chegando, disse o por-do-sol
e estava mesmo
sobre o rio de Capibaribe
minha lengua dando nôr
enquanto queria falar com você
ou era o idioma
ou o espaço entre nós
olhando a mar
as asas da tarde, mofadas depois de tanta chuva,
batam bem devagarzinho
–calma

o fogo me pegou
de repente
–estou chegando, disse o por-do-sol
e estava mesmo
sobre o rio de Capibaribe
a bola do sol
um bolo de queijo
sobre o água
espelhando:
uma janela ao mundo do céu
cheia com nuvens e
o cheiro da lama e sal
e o barulho das ondas, tirando de mim

e aí.
–iendo embora–
em pé na ponte
–para onde você vai? com quem? para fazer o que?–
sentindo saudades do que não foi

–m.k.

Advertisements

2 thoughts on “despedida

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s